História do Rodeio

A história do rodeio é escrita a cada dia, a arena é o papel e o peão a caligrafia. Por volta de 1800, em muitos ranchos espalhados pelo oeste dos Estados Unidos, haviam encontros de peões para a marcação do gado. Durante essas reuniões também eram realizadas exibições de equitação e laço. As principais atividades nesses eventos eram chamadas de "Rodeio" que, em espanhol, quer dizer o ato de "cercar".

Após os rodeios, ocorriam competições, muitas delas herdadas dos conquistadores espanhóis. Entre várias manifestações de influência espanhola podemos citar o fato de que muitos dos padres espanhóis que realizavam as missões eram descendentes da nobreza do seu país e vinham de famílias tradicionais e hábeis na arte da equitação, do laço e do manejo com os cavalos. Esses padres passaram seus conhecimentos nessa área para seus empregados e muitos desses acabaram se transformando em vaqueiros utilizando as técnicas que lhes foram ensinadas. As competições e os desafios possuíam premiações que se transformavam em uma fonte de renda a mais para os vaqueiros.

Esta movimentação em torno dos rodeios fez com que pessoas passassem a se interessar em organizar esses eventos, que reuniam um número cada vez maior de adeptos, de uma forma mais elaborada. De lá para cá surgiram organizações e entidades que determinaram regras e padronizações para o rodeio. As premiações foram ficando cada vez mais altas e hoje o rodeio se espalha por vários países.

História do Rodeio no Brasil

A segunda metade do século XX tem o registro das primeiras evidências mais concretas do surgimento do rodeio no Brasil. Os peões e boiadeiros das fazendas do interior já realizavam algo muito parecido com as festas de peões, mas em uma proporção bem menor do que as que conhecemos hoje. Seguindo as suas atividades normais do dia-a-dia na lida com os animais, as disputas foram surgindo naturalmente entre os peões de uma mesma fazenda ou entre várias fazendas vizinhas, sempre acompanhadas de animadas festas.

Em meados dos anos 50, na cidade de "Barretos", localizada no interior do Estado de São Paulo, foi realizado o primeiro rodeio oficial do Brasil. Com a organização e com a inclusão de regras, modalidades e premiações, o evento foi tomando um porte cada vez maior e hoje já é um dos maiores do mundo, movimentando milhões de pessoas, animais e dinheiro, as provas originais sofreram grandes alterações até chegar a variedade de estilos que existem atualmente.

Hoje estruturas com porte de verdadeiras arenas são montadas para receber os peões e suas montarias, bem diferente do chão batido ou de grama, como eram os locais onde havia rodeios antigamente. Muitas normas e equipamentos de segurança para competidores e os animais foram desenvolvidos e várias regras protegem a integridade dos animais que participam das competições.

As mudanças ocorridas ao longo dos anos e o constante aumento da profissionalização e da organização dos eventos transformaram o Brasil em uma das grandes sedes de rodeio com reconhecimento internacional.